Aprenda a Baixar a Glicose Alta com Macarrão Shirataki

macarrão Shirataki
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O shirataki, um prato típico da culinária japonesa rico em glucomannan, pode ser usado na dieta para diabetes em pacientes que precisam baixar a glicose alta.

O diabetes tipo 2 é uma doença que acomete uma grande parcela da população e está diretamente relacionada ao estilo de vida.

Nesse caso, quando falamos de “estilo de vida” estamos nos referindo ao conjunto de comportamentos que estão direta ou indiretamente relacionados à saúde de uma pessoa.

Não há uma definição exata de quais comportamentos podem ser incluídos na categoria “estilo de vida”; porém, existem alguns aspectos do comportamento humano que podem colaborar de forma positiva, ou não, para a saúde física e mental de uma pessoa. Alguns desses comportamentos dizem respeito ao aspecto emocional de uma pessoa:

  • Relacionamentos saudáveis;
  • Vida social ativa;
  • Equilíbrio emocional;
  • Realização pessoal;
  • Realização profissional.

Outros, estão ligados ao aspecto físico:

Diabetes e Estilo de Vida

Quando falamos que o diabetes tipo 2 é uma doença que está diretamente relacionada ao estilo de vida, estamos nos referindo principalmente aos aspectos do comportamento que estão relacionados ao corpo físico.

Sabemos que muitas vezes (na maioria) os aspectos físicos e emocionais estão intimamente ligados mas, nesse caso, vamos manter esses dois assuntos separados. Isso porque a alimentação e a prática de exercícios físicos são fatores fundamentais no tratamento de diabetes tipo 2/obesidade.

São comportamentos que resultam em benefícios diretos à saúde:

Além disso, a prática regular de exercícios físicos, quando associada a uma alimentação saudável, atua na prevenção de diversas doenças relacionadas ao estilo de vida:

  • Diabetes tipo 2;
  • Doenças cardíacas;
  • Doenças do fígado;
  • Doenças renais;
  • Doenças articulares.

Diabetes Tipo 2: Como Prevenir?

Dessa forma, é possível atuar de forma preventiva contra o diabetes tipo 2 através de mudanças no estilo de vida, que incluem a prática regular de exercícios físicos e alimentação balanceada e saudável.

Mas por onde você deve começar? Pelos exercícios físicos ou pela alimentação saudável?

Nesse caso, podemos dizer que os dois aspectos são igualmente importantes. Portanto, um não deve caminhar sem o outro.

Mas qual exercício está mais indicado para o paciente com diabetes?

Bem, essa é uma escolha pessoal: se você é do tipo que foge da academia, pode começar introduzindo caminhadas, hidroginástica, natação, bicicleta ou, simplesmente, a dança. Praticar dança de forma rotineira e programada, por cerca de uma hora, 4 a 5 vezes por semana, é um ótimo exercício, em especial para os mais velhos.

Mas, acima de tudo, é fundamental incluir alimentos saudáveis na sua dieta. E existem diversos alimentos que são considerados benéficos para quem tem diabetes tipo 2. Benéficos e gostosos!

Alimentos que Ajudam a Baixar a Glicose Alta

Uma maneira de descobrir quais são esses alimentos benéficos é “dando um Google” sobre “dieta para diabetes tipo 2”. Você irá se deparar com uma série de sites contendo “listas de alimentos para diabéticos”, como por exemplo:

  • Alimentos para diabéticos;
  • Dietas para diabetes;
  • 10 alimentos para controlar diabetes.

Essas dicas podem ajudar você a escolher alimentos indicados para diabetes, assim como saber quais devem ser evitados. O mais importante é que você entenda que toda lista de alimentos para diabéticos precisa ser composta por alimentos com baixo índice glicêmico – ou seja, aqueles que colaboram para reduzir o nível de açúcar no sangue e evitar os chamados “picos de insulina”.

No entanto, sabemos que pode ser difícil colocar em prática recomendações com excesso de informações. Isso acontece devido ao chamado “paradoxo da escolha”- que ocorre quando temos um excesso de opções e acabamos por não escolher nenhuma.

Então, que tal começar com um alimento apenas? Afinal, como diz o ditado, “toda caminhada tem sempre o primeiro passo”.

E aí trouxemos para você uma coisa realmente nova que talvez você nunca tenha ouvido falar, e muito menos experimentado.

Essa novidade vem do Japão e se chama Macarrão Shirataki.

Shirataki: o Miojo Milagroso

O shirataki é um macarrão muito utilizado no preparo de alguns pratos típicos da culinária japonesa.  Se você está se perguntando se ele realmente ajuda a emagrecer, a resposta é sim.

shirataki-ajuda-baixar-açucar-no-sangue

Como o Shirataki Ajuda a Baixar a Glicose Alta

O shirataki é rico em uma fibra chamada glucomannan, que é extraída de uma raiz chamada Konjac.

Além de ser um alimento muito pobre em calorias e carboidratos, o shirataki é de grande valor para quem deseja emagrecer ou diminuir o açúcar no sangue.

Isso porque o glucomannan contido no shirataki ajuda a reduzir os níveis do hormônio chamado grelina, que está diretamente associado à sensação de fome.

Assim, o consumo de shirataki aumenta a sensação de saciedade, diminuindo a necessidade de ingerir grandes quantidades de alimento. Dessa forma, o shirataki colabora com pelo menos dois aspectos importantes na prevenção do diabetes:

  • Perda de peso (graças à diminuição do apetite);
  • Ajuda a baixar a glicose alta.

Essa característica faz com que o glucomannan seja um recurso poderoso no combate ao colesterol, ajudando a prevenir doenças cardíacas em pessoas com diabetes tipo 2.

Macarrão que Também Emagrece

Se você já fez dieta alguma vez, sabe que as massas, devido ao seu alto teor de carboidratos e calorias, não são os alimentos mais recomendados. Além disso, como se sabe, o macarrão também não é a melhor alternativa para saciar a fome, pois, pouco tempo após comê-lo, a pessoa já sente fome de novo.

Felizmente, esse não é o caso do shirataki.

Ele vem em um pacote no estilo noodles e há uma grande variedade de marcas disponíveis no mercado.

Macarrão shirataki dieta para diabetes

Se você deseja emagrecer, saiba que o shirataki é um macarrão essencialmente “magro”: 100 g de shirataki contêm somente 1 g de carboidrato, que corresponde a apenas 4 calorias. Quase nada!

Por conta disso, o shirataki pode ser considerado um ótimo aliado para qualquer tipo de dieta, seja para perder peso ou para o tratamento do diabetes, já que ele tem em sua composição 97% de água e 3% de fibra, ou seja, ele é basicamente feito de água.

Mas é nos seus 3% de fibras que está concentrado o “poder” do shirataki, pois, como se sabe, alimentos ricos em fibras têm maior poder de saciedade, e ainda ajudam a reduzir o colesterol, o que faz do shirataki um alimento recomendado para quem deseja perder peso e quer cuidar da saúde.

Aprenda a Preparar o Shirataki

Agora que você já sabe como utilizar o shirataki em sua dieta para diabetes, que tal aprender a preparar o shirataki?

macarrão shirataki ajuda a baixar a glicose alta

  1. Escorra o macarrão e lave-o várias vezes com água.
  2. Seque-o bem, usando um pano ou uma toalha – quanto mais seco ele ficar, melhor será a textura final.
  3. Em seguida, coloque o shirataki em uma panela com água fervente e cozinhe por 2 a 3 minutos.
  4. Escorra o macarrão e coloque-o em uma frigideira pré-aquecida. Frite-o por 5-8 minutos, até que fique firme ao toque.

Pronto: agora é só colocar o molho e os outros ingredientes sobre o macarrão preparado, misturar e servir.

Disclaimer: O consumo de shirataki pode causar desconforto, gases ou diarreia leve. Se isso ocorrer, recomenda-se reduzir o tamanho da porção ou mesmo evitar o alimento.

Artigos relacionados